Posts Tagged ‘google’

Dia Internacional da Privacidade de Dados

janeiro 28, 2010

Não é feriado, mas hoje é a quarta edição do Dia Internacional da Privacidade de Dados. Para celebrar a ocasião, grandes empresas como Google e Microsoft contribuíram com material relacionado ao tema.

O Google produziu um vídeo (abaixo), no qual mostra como os dados dos usuários são tratados quando em seus servidores. Baseado em cinco princípios, o Google promete não vender dados, mas utilizá-los para melhorar seus produtos; colocar o usuário no controle, dando-lhe a exata percepção do que é compartilhado ou não (Dashboard ajuda); e permitir que o usuário tenha livre trânsito dentro dos domínios da empresa (conhece o Data Liberation?).

A Microsoft liberou um relatório baseado na análise de vários departamentos de Recursos Humanos nos Estados Unidos, Reino Unido, França e Alemanha. Resultado? Nos EUA, 70% dos departamentos rejeitam candidatos baseados em informações obtidas na Internet.

É por essas e outras que devemos ficar atentos ao que publicamos em sites de relacionamento, como o orkut. Seus amigos podem até achar engraçada aquela foto sua bêbado no churrasco de domingo, mas ela, definitivamente, não pegará bem quando um potencial empregador estiver buscando informações suas…

Fonte: Meio Bit

DNS Público do Google

dezembro 4, 2009

Com parte dos seus esforços para tornar a Internet mais rápida, ontem o Google liberou o Public DNS, seu próprio serviço de resolução de DNS público, que chega para concorrer com os das operadoras de Internet e o mundialmente conhecido OpenDNS.

Trocando em miúdos, o que o DNS faz é “traduzir” domínios para IPs, e vice-versa. Graças a esse importante serviço, podemos acessar sites digitando seus endereços (domínios), ao invés dos endereços reais, no caso, os IPs. Praticamente todos os provedores de Internet têm seus próprios serviços de DNS, e fora eles, o que mais se destaca é o OpenDNS, que se bem configurado, realmente torna a navegação mais fluída.

O Google, que já faz tempo dedica parte de seus esforços para tornar a Internet mais rápida, através de iniciativas como o navegador Chrome e o protocolo SPDY, colocou parte de seus engenheiros para trabalhar num serviço de DNS público que consiga lidar melhor com as necessidades do usuário médio, que diariamente faz uso centenas de vezes do servidor DNS. Assim surgiu o Google Public DNS.

Um dos grandes trunfos desse serviço é a facilidade em memorizar os endereços: 8.8.8.8 e 8.8.4.4. Eles podem ser inseridos nas configurações do sistema operacional, ou diretamente no roteador. Nesta página há instruções mais detalhadas aos menos familirizados.

Além de velocidade, o Google Public DNS está a par com todas os padrões (nada de redirecionamentos e/ou páginas de erro personalizadas) e diretrizes de segurança do segmento. O único problema, especialmente para os mais neuróticos, diz questão à privacidade. Ciente disso, a empresa liberou uma página dedicada ao tema, onde, resumidamente, diz que a intenção do serviço é agilizar a conexão à web, colhendo o mínimo possível de informações do usuário.

Fonte: Meio Bit



A História do Google em 2 minutos

novembro 21, 2009

%d blogueiros gostam disto: